sábado, 7 de dezembro de 2013

FAÇA ALGUMA COISA PELA DOR


Neste momento de tristeza não podemos explicar a imensa perda do jornalista Ezí Melo, apenas senti-la. Anos atrás perdi uma grande amiga, bela, muito bela, que também cometeu suicídio no auge de sua juventude.  

De vez em quando me pergunto: será que eu não poderia ter feito algo para amenizar a sua dor?

Num mundo tão desigual onde a competitividade é absurda e excede limites, ainda é possível sentir a dor alheia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário